A Derrota…

Crescemos e vivemos a ouvir que a vida é feita de lutas, dificuldades e obstáculos, mas também de vitórias, alegrias e conquistas.
Crescemos também com a ilusão de que algures por ai anda alguém que nos completa, que nos vai amar, compreender, apoiar e ficar do nosso lado.
Tantas histórias, tantas ilusões, tantas mentiras, mas também grandes verdades.

Verdade que a vida é feita de muitas dificuldades, de muitos obstáculos e de lutas constantes. Pelo menos assim tem sido a vida. Uma luta atrás de outra, uma batalha seguida de outra, sinto que vivi numa guerra constante. Lutei sempre, enfrentei as batalhas uma a uma e tentei não desanimar, ser forte e acreditar que em todas elas havia um sentido e que algures mais há frente eu iria entender o porquê de cada uma. Quando o meu momento de tranquilidade chegasse, quando a parte boa aparecesse. Acontece que ela, a parte da boa da minha vida, deve ter sido esquecida no plano elaborado para mim.
É só quedas, e tropeções, estaladas constantes da vida e de quem me rodeia.
Chega uma hora, que por muito que se tente, os pensamentos positivos desaparecem, a pouca alegria vai-se, o sorriso deixa de existir, a vontade de lutar, as forças evaporam-se.
Isolamos-nos para não mostrar aos poucos que nos são queridos como estamos mal e não contagiar ninguém, e ficamos mais tristes, mais desanimados, com menos vontade de lutar. Apenas os problemas e as dificuldades nos restam, e o desanimo controla.
Olho em volta e não vejo nada, sinto-me uma naufraga, que não tem onde se agarrar e a quem já faltam as forças para nadar.

Não há trabalho, não há dinheiro, não há companheiro, a comida começa a ser pouca, a casa quase perdida, o coração desfeito, e a derrota está ali, a uns escassos centímetros.
A família afastada por uma série de razões, mas alguns deles estão como sempre á espera de me ver falhar novamente. Pois para esses, parabéns não precisam esperar mais, perdi, uma vez mais perdi.
Aos amigos, aqueles que apesar das suas vidas complicadas e das suas dificuldades, tem estado sempre por perto, obrigada, mas é verdade eu perdi.
Sou uma desilusão para tudo e para todos, principalmente para mim, mas estou cansada.
Cansada de lutar, cansada de perder, cansada de chorar e de sofrer. Cansada do sorriso falso, quando na verdade por dentro estou um caos. Cansada de desiludir e magoar.
Perdi, fui derrotada, não há mais onde ir buscar forças, não consigo mais.
Sei que é triste ouvir isto, mas desisto.
Obrigada e desculpem por tudo, espero que um dia me consigam entender e perdoar.

Anúncios

Eu e tu, tu e eu…

Estou a sentir-me confusa, dividida, insegura, angustiada, ansiosa, é uma grande mistura de sentimentos.
Quando te fui conhecer, não havia expectativas, mas depois da primeira saída tive medo, muito medo mesmo. Todas as minhas habituais barreiras, todos os alarmes, todos os alertas e sininhos dispararam. Nada que uma boa e sincera conversa não tenham resolvido, e depois disso as coisas mudaram e algumas dessas paranóias da loira desapareceram. A convivência, as conversas, as brincadeiras e os percalços fizeram com que me fosse envolvendo e as barreiras e os medos foram se dissipando um a um. Mas quando pensei que as coisas iam melhorar, que nos íamos conhecer melhor, de forma descontraída, o destino prega uma partida e leva-te para bem longe. E é aqui que o turbilhão de sentimentos começa a surgir.
Fiquei triste por te ver partir, mas ao mesmo tempo feliz por saber que era algo que querias muito. Foi uma luta interior grande, para não desabar na tua frente e dar-te força. Sexta-feira foi um dia muito complicado.
Agora, que já se passaram uns dias da tua partida, para além da distância veio também o silêncio e a ausência. Eu sinto imensas saudades tuas, sinto falta das nossas conversas, das brincadeiras e até mesmo do mau feitio.
Sinto-me angustiada e insegura, por não saber o que se passa contigo e na tua mente. Se sentes a minha falta, assim como eu sinto a tua.
Se te estás a afastar com a intenção de me proteger, de te proteger a ti ou só porque sim.
Se estás realmente bem?
Será que a distância vai ditar o fim desta história?
Irá o afastamento acabar com o sentimento que estava a começar a crescer entre nós?
Devo dar-te mais espaço ou estar mais presente?
Estas são algumas perguntas que passeiam pela minha mente.
Sim, isto acontece porque gosto de ti, porque me sinto bem na tua companhia, porque me sinto segura ao teu lado.
Claro que a proximidade e a convivência ajudam qualquer tipo de relacionamento, mas será que a distância também não é benéfica?!
Como é que fazemos?! Será que perdemos tudo?!

Nota

Trigésimo Terceiro Aniversário

Há 5 dias atrás completei mais um aniversário, já lá vão 33. Deveria ser um dos dias mais felizes do ano para mim, é o dia mais importante para mim, aquele que eu aguardo ansiosamente como uma criança de 5 anos. Adoro festejar o meu aniversário, é sem dúvida o único dia em que adoro ser o centro das atenções. Infelizmente este ano as coisas não correram muito bem, a minha mãe que costuma ser minha companheira neste dia simplesmente se esquivou de toda a conversa sobre algum tipo de comemoração. Sim deu-me os parabéns, mas de forma fria e distante. Os meus irmão deram-me os parabéns, mas apenas isso, nenhum falou em bolo, festa ou algo semelhante. O meu pai, simplesmente se esqueceu, deu-me os parabéns perto das 10h da noite e a dizer que me fazia a festa no dia seguinte. Acho que nem no dia em que nasci chorei tanto como este ano, eu não esqueço o aniversário de nenhum deles ou deixo o mesmo passar em branco e magoou-me imenso que o tenham feito comigo, logo eu que adoro festejar o meu aniversário. Magoou-me acima de tudo a atitude da minha mãe, nunca a vi agir assim. Quinze dias antes comprou um bolo de arroz, colocou uma vela e cantou os parabéns a uma amiga cujos filhos e marido não o fizeram. E quando chega o meu aniversário age exactamente da mesma forma das pessoas que criticou. E até hoje age como se nada se tivesse passado.
Mas como nem tudo é mau e temos que ver sempre o lado bom das coisas, neste dia tive uma surpresa fantástica e mais uma prova da verdadeira amizade. Os meus amigos ao saberem que não ia haver bolo, nem champagne apesar de toda a publicidade que eu andei a fazer, combinaram e em pouco tempo havia bolo e champagne e eu tive a minha festa de aniversário surpresa. Estiveram comigo, a melhor prenda que eu poderia ter recebido foi sem dúvida o abraço de cada um deles. Foram eles que tornaram este dia em algo mágico, que o salvaram, a eles o meu OBRIGADA.
Obrigada por serem quem são, por estar do meu lado e por me aturarem.

20082013626

Cansada

Já à algum tempo que não me sentia assim tão mal, tão insignificante, a mais, até mesmo indesejada, infelizmente isso tudo voltou. É terrível chegar a este ponto, onde não nos sentimos bem, enquadrados, desejados em parte alguma. Juro que tenho tentado dar a volta, que luto para fazer as coisas mudarem, mas quando parece que vai começar a encarreirar acontece algo e tudo se desmorona novamente. Confesso que já me faltam forças e vontade para continuar a lutar, tem horas que só apetece desistir, mas depois olho à minha volta e vejo pessoas em situações bem piores que a minha a lutar e sinto-me obrigada a não baixar os braços. Mas é difícil, principalmente quando não temos apoio de quem está mais próximo de nós. E dói perceber que essas pessoas não falam connosco, mas falam de nós nas nossas costas. Que não nos dão abertura para desabafar, mas sabem críticar sem saber metade do que sentimos, pensamos ou passamos nesta situação.
Pode não fazer sentido para muitas pessoas, mas sinto-me deslocada até mesmo dentro da casa onde me devia sentir segura.
Aos 32 anos já devia ter uma vida organizada, mas não tenho, muito pelo contrário vivo no verdadeiro caos. E com o que se tem passado cada vez tenho menos vontade de lutar, de me esforçar. Por muito que tente nada, mas nada mesmo corre bem.
Penso mil vezes antes de fazer seja o que for, penso em toda a gente à minha volta, para quê? Quando tem que pisar, usar, brincar, fazem-no e não se preocupam se eu vou ser magoada ou não.
Pergunto-me muitas vezes para quê que perco tanto tempo a pensar e ajudar os outros?

Estou realmente cansada de tudo.

Nota

Finalmente somos apenas e só AMIGOS

Finalmente as coisas tomaram o rumo certo e tudo está nos seus devidos lugares.
Nós somos hoje e apenas os melhores amigos, és o meu confidente, o meu apoio, o meu porto seguro. Se as pessoas soubessem toda a nossa história, provávelmente não acreditariam que tal fosse possível, mas como nós dois dissemos e sabemos, nós não somos pessoas normais.
Sinto-me imensamente feliz por poder dizer isto, por não termos perdido a nossa amizade que tanta importância tinha para ambos e que tanto receio tivemos em perder.
Já passamos por coisas bastante complicadas, mas com o apoio um do outro sabemos que as conseguimos superar.
Continuas a ser a pessoa que melhor me conhece e melhor me entende, e espero que isso continue a ser assim porque sinto-me imensamente segura contigo.
Não foi fácil chegar aqui, tivemos momentos realmente maus e tensos, mas demos a volta.
Custou-me imenso as nossas zangas, os nossos maus momentos, mas como isso tudo nos trouxe até aqui e fortaleceu a nossa amizade, então valeu a pena.
Tive algum receio em contar-te a nova fase em que estou, poderias sentir-te “traído” de alguma forma, mas uma vez mais provaste que és um verdadeiro amigo e que só me queres ver bem e feliz. Uma vez mais deste-me força e coragem para seguir em frente e lutar, claro que os conselhos e as brincadeiras também vieram junto, mas soube tão bem. És sem dúvida uma pessoa excelente e de enorme coração.
Estás agora a passar por um dos momentos mais complicados da tua vida, eu sei que não está a ser nada, mas nada fácil mesmo e que precisas de imenso apoio, mas também sabes que estou aqui para o que der e vier.
Em breve vamos passar por uma nova prova, o afastamento fisico por um prolongado período de tempo, não vai ser fácil não poder falar contigo sempre que der vontade, mas vai passar rápido e a nossa amizade vai com toda a certeza sair ainda mais fortalecida. E quando for mesmo necessário um falar com o outro, com toda a certeza arranjaremos uma solução. Porque a amizade é assim, não tem barreiras.
Adoro-te de coração e espero, muito sinceramente, nunca te perder.

Beijos e Obrigada por tudo, serás sempre a minha Criatura

Nada acontece por acaso

Tenho andado bastante ausente, não por falta de tempo, mas por falta de vontade e de inspiração para escrever. Hoje resolvi passar por cá e contar algumas novidades.

Como já percebemos a vida nem sempre corre como desejamos, mas tenho aprendido que muito do que acontece só depende de mim e da forma como eu a controlo.
Decidi afastar-me daquilo e acima de tudo de quem me faz mal. Conheci pessoas fantásticas, um grupo que posso chamar de amigos. Não há interesses, não há falsidade, não há hipocrisia. Apenas um grupo de pessoas com um enorme coração, dispostos a passar bons momentos juntos e a ajudar quando realmente é necessário.
É graças a estas pessoas que me sinto mais calma, serena, tranquila. Foi com eles que aprendi que na vida nada acontece por acaso, frase que ouço várias vezes da boca de um de nós.
Temos o nosso grupo, a nossa amizade, estamos sempre disponivéis quando é necessário, sem amarras, sem obrigações.
Foi graças a este grupo fantástico de pessoas que enfrentei um dos meus maiores medos, andar de avião. A viagem confesso, não amei, mas os dias e a companhia essa foi fabulosa. Foram três dias de alegria, descontração e muita diversão.

Não me afastei, nem cortei totalmente com o passado, pois isso não é fácil, nem possível, mas começo a sentir-me uma pessoa diferente e que quer melhorar ainda mais e sei que com estas pessoas isso vai ser possível.

Tenho mantido contacto com a minha amiga Sirlene, que apesar de estar do outro lado do oceano continua a ser uma das pessoas mais queridas para mim e de quem tenho muitas saudades. Mas graças ás novas tecnologias vamos falando e vemo-nos com alguma frequência. É outra pessoa incrível, com um coração gigantesco e uma lutadora. E mesmo estando tão longe sabemos que podemos contar uma com a outra.
Quanto ao coração, continuo a travar algumas batalhas e apesar das derrotas já evolui bastante e as coisas estão bem diferentes e até nisso me sinto melhor. Começa a haver espaço para outras pessoas na minha vida, começo a olhar para o mundo com outros olhos. Sinto-me mais leve e devo isso ás pessoas que estão ao meu redor, sem dúvida alguma.
Para eles o meu muito obrigada por me terem aceite, por me deixarem fazer parte deste grupo fantástico e acima de tudo por fazere de mim uma pessoa melhor.

11671_635775266439845_1314225116_n 58875_635779166439455_1174202716_n 3524_610264725657566_1843002342_n

Imagem

Mais um dia… Mais uma batalha perdida…

Hoje não é um bom dia, estou realmente cansada, cansada de perder…
Cansada de mendigar por atenção…
Cansada de esperar por um carinho…
Cansada de desejar mais e fingir que me contento com aquilo que tenho…
Queria poder ter mais, passar muito mais tempo contigo, poder desfrutar dos teus carinhos, poder estar contigo quando realmente nos apetece…
Estou farta de dias como o de hoje, em que fico na esperança de que tenhas uns minutos para mim. Em que vou poder ver-te, estar contigo, estar nos teus braços… Mas no final, termino só e apenas com uma chamada telefónica.
Sei que não devia acalentar tais desejos e esperanças, mas é mais forte que eu…
Gostava de poder arrancar aquilo que sinto e ver-te apenas como amigo, mas não tá fácil.
Sinto a tua falta, falta dos teus beijos, dos teus abraços, do teu carinho…
Precisava tanto de estar nos teus braços, sentir o teu apoio e carinho…
Gostava de saber que por um segundo que seja sentes o mesmo, que sentes a minha falta, que gostavas de estar comigo. Que desejas da mesma forma que eu, que as coisas fossem diferentes. Gostava que por vezes demonstrasses muito mais aquilo que sentes e aquilo que pensas.
Mas nada disso acontece e a cada dia sinto-te mais frio, mais distante… Eu sei que isso é o correcto, mas não é aquilo que gostaria que acontecesse…
Vamos continuar a lutar, a esperar que as coisas melhorem e um dia consiga ver tudo de forma diferente.
Sem dor, sem tristeza, sem desânimo…
Perdi mais uma batalha, mas nada que já não fosse esperado…
É só mais um dia, vamos esperar que uma noite de sono ajude…

Previous Older Entries