Cansada

Já à algum tempo que não me sentia assim tão mal, tão insignificante, a mais, até mesmo indesejada, infelizmente isso tudo voltou. É terrível chegar a este ponto, onde não nos sentimos bem, enquadrados, desejados em parte alguma. Juro que tenho tentado dar a volta, que luto para fazer as coisas mudarem, mas quando parece que vai começar a encarreirar acontece algo e tudo se desmorona novamente. Confesso que já me faltam forças e vontade para continuar a lutar, tem horas que só apetece desistir, mas depois olho à minha volta e vejo pessoas em situações bem piores que a minha a lutar e sinto-me obrigada a não baixar os braços. Mas é difícil, principalmente quando não temos apoio de quem está mais próximo de nós. E dói perceber que essas pessoas não falam connosco, mas falam de nós nas nossas costas. Que não nos dão abertura para desabafar, mas sabem críticar sem saber metade do que sentimos, pensamos ou passamos nesta situação.
Pode não fazer sentido para muitas pessoas, mas sinto-me deslocada até mesmo dentro da casa onde me devia sentir segura.
Aos 32 anos já devia ter uma vida organizada, mas não tenho, muito pelo contrário vivo no verdadeiro caos. E com o que se tem passado cada vez tenho menos vontade de lutar, de me esforçar. Por muito que tente nada, mas nada mesmo corre bem.
Penso mil vezes antes de fazer seja o que for, penso em toda a gente à minha volta, para quê? Quando tem que pisar, usar, brincar, fazem-no e não se preocupam se eu vou ser magoada ou não.
Pergunto-me muitas vezes para quê que perco tanto tempo a pensar e ajudar os outros?

Estou realmente cansada de tudo.

Anúncios

Nota