André Sardet – Foi feitiço

Eu gostava de olhar para ti
E dizer-te que és uma luz
Que me acende a noite
me guia de dia e seduz

Eu gostava de ser como tu
Não ter asas e poder voar
ter o céu como fundo
ir ao fim do mundo e voltar

Eu não sei o que me aconteceu
Foi feitiço!
O que é que me deu
para gostar tanto assim de alguém
como tu
Eu gostava que olhasses para mim
E sentisses que sou o teu mar
Mergulhasses sem medo
Um olhar, um segredo
só para eu te abraçar

O primeiro impulso é sempre justo
É mais verdadeiro
E o primeiro susto
Dá voltas e voltas
Na volta redonda de um beijo profundo

Anúncios

Um Amigo, Um Lamento – André Sardet

 

 

Depois de hesitar
Peguei no telefone e liguei
Para conversar
Estou?!
Está?!
Tu não estás bem, não enganas ninguém
Conta lá o que é que a vida te fez agora
Aparece por cá, bebemos um chá
e o frio fica lá fora…

Ah, tu tens sempre uma cura
Ah, nenhum mal perdura
Para lá do tempo, tudo leva o vento
Só fica um amigo, um sexto sentido
E um lamento…

Sabes eu não tenho andado nada bem
Sentir que alguma coisa molha os teus olhos
Molha os meus também
Eu sofro por ti, eu sofro contigo
Há quem diga que esta dor é telepatia
Mas eu juro que é amor

Lamento dizer
que tu vais sofrer para te encontrares
lamento saber que vais perceber
que na vida também há azares

Surpresa

Bem… Hoje fiquei surpreendida e muito muito alegre…
Finalmente tive um novo visitante neste meu recente e pequeno blog…
Fui honrada pela visita do Dr. Diogo…
Desde já o meu obrigada pelo seu comentário e fico a aguardar a sua próxima visita…
Ah… E se não for pedir muito, traz alguns amigos e amigas a visitar isto…
Quanto ás minhas habituais e importantes visitantes Kitty Bomba e Kitty Loira, continuem por cá e tragam também novos visitantes.
Beijo desta loira…